quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

What a Wonderful World - Louis Armstrong

Eu sei. Estamos longe de viver em um "mundo maravilhoso", como canta Louis Armstrong, mas, enquanto existir UMA pessoa justa nesse mundo, ainda temos chance de ver alguma mudança positiva. O fim de um ciclo e o início de outro sempre traz reflexões, balanços do que foi feito e do que pode ser feito de maneira diferente no ano seguinte...
Muitas vezes sequer lembramos de nossas metas traçadas no início do ano quando ele está perto de terminar, mas temos 365 oportunidades pra fazer nossa vida e a dos outros valerem a pena.



Que Mundo Maravilhoso (What a Wonderful World, de Louis Armstrong)

Eu vejo as árvores verdes, rosas vermelhas também
Eu as vejo florescer para mim e você
E eu penso comigo... que mundo maravilhoso

Eu vejo os céus tão azuis e as nuvens tão brancas
O brilho abençoado do dia, e a escuridão sagrada da noite
E eu penso comigo... que mundo maravilhoso

As cores do arco-íris, tão bonitas no céu
Estão também nos rostos das pessoas que se vão
Vejo amigos apertando as mãos, dizendo: "como você vai?"
Eles realmente dizem: "eu te amo!"

Eu ouço bebês chorando, eu os vejo crescer
Eles aprenderão muito mais que eu jamais saberei
E eu penso comigo... que mundo maravilhoso

Sim, eu penso comigo... que mundo maravilhoso


quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Tambor de Crioula recebe título de Patrimônio Cultural do Brasil

tambor de criola002
O Tambor de Crioula agora é Patrimônio Cultural do Brasil.


Nesta sexta-feira, dia 14 de dezembro, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Maranhão (IPHAN-MA) realizará a cerimônia de titulação do Tambor de Crioula, manifestação da cultura popular registrada em 18 de junho de 2007 no Livro de Registro das Formas de Expressão como Patrimônio Cultural do Brasil. A cerimônia acontece no Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho, na Praia Grande. Estarão presentes na solenidade representantes dos grupos de Tambor de Crioula de São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, além das instituições que congregam os grupos – IPHAN-MA, representado pela superintendente Kátia Bogea; a Comissão Maranhense de Folclore, na figura de Sérgio Ferretti e a secretária de Estado de Cultura (Secma), Olga Simão – e outras autoridades.
Antes da cerimônia, o Comitê Gestor da Salvaguarda do Tambor de Crioula promoverá uma reunião com representantes dos 100 grupos do município da Ilha de São Luís. Além disso, o coordenador geral do comitê, Neto de Azile, apresentará as ações desenvolvidas pelo Comitê no ano de 2012 e do plano de trabalho elaborado para o próximo ano. O IPHAN entregará 100 certificados e, em seguida, uma roda de tambor será realizada na Praça Valentino Cécio para festejar o título do primeiro bem cultural maranhense registrado pelo IPHAN.
O título de Patrimônio Cultural também mobiliza recursos públicos dos governos Federal e Estadual que serão aplicados na proteção do Tambor de Crioula. Com esses recursos, que envolvem um convênio assinado entra IPHAN-MA e Secma de R$ 500 mil na execução do projeto Salvaguarda do Tambor de Crioula. Esses investimentos possibilitarão a realização de encontros, festivais, oficinas e seminários voltados para os praticantes do tambor com objetivo de valorizar e preservar a preservação dessa expressão cultural maranhense. Ainda está prevista a produção de vídeos, gravação de CDs e a compra de equipamentos para o Centro de Referência do Tambor.
Fonte: Portal Geledés

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Um Século de Luiz Gonzaga!

Gonzagão quebrou paradigmas, deselitizou os salões e mostrou um Brasil que  o próprio Brasil desconhecia.

Há exatos 100 anos atrás, em 13 de dezembro de 1912, na cidade de Exu, interior de Pernambuco, nascia a maior referência que o Nordeste possui até hoje. Luiz Gonzaga do Nascimento, que recebeu o merecido apelido de "Rei do Baião", cantou as belezas da cultura nordestina para os quatro cantos do país, mas também foi responsável por mostrar as carências da região, o flagelo da seca e a pobreza que ainda alimenta as classes dominantes do Brasil, mesmo um século depois de seu nascimento.
A principal música de sua carreira, Asa Branca, composta em parceria com Humberto Teixeira em 1947, é considerada o hino do Nordeste e já teve centenas de regravações em vários ritmos e até em outros idiomas.
Para além das idealizações que se costumam fazer aos "heróis", Gonzaga foi um homem simples, com diversos problemas, erros e acertos, como qualquer um de nós. Teve conflitos familiares, dilemas amorosos, dificuldades financeiras e morreu de parada cardiorrespiratória em 2 de agosto de 1989, aos 76 anos, depois de ter sofrido com uma osteoporose por vários anos. Mas o Luiz Gonzaga que se eternizou na história do Brasil é o homem que saiu de uma pequena cidade pernambucana e se tornou bem-sucedido fazendo algo sem precedentes até então, mas que revolucionou a maneira de se fazer música. A Música Popular finalmente se tornou Brasileira quando Gonzagão colocou o Nordeste no mapa.
Viva o Rei do Baião!




Asa Branca (Luiz Gonzaga/ Humberto Teixeira)

Quando olhei a terra ardendo
Qual fogueira de São João
Eu perguntei a Deus do céu, ai
Por que tamanha judiação

Que braseiro, que fornalha 
Nem um pé de plantação 
Por falta d'água perdi meu gado 
Morreu de sede meu alazão

Até mesmo a asa branca 
Bateu asas do sertão 
Então eu disse adeus Rosinha 
Guarda contigo meu coração

Quando o verde dos teus olhos 
Se espalhar na plantação 
Eu te asseguro não chores não, viu
Que eu voltarei, viu
Meu coração

Hoje longe muitas léguas 
Numa triste solidão
Espero a chuva cair de novo
Para eu voltar pro meu sertão

Quando o verde dos seus olhos
Se espalha na plantação
Eu te asseguro
Não Chores não, viu?
Que eu voltarei, viu meu coração.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Nunca é demais lembrar...


Não desperdice seu tempo e energia vital lamentando pelo que deu errado. Concentre-se no que você pode fazer para que tudo dê certo!
Axé!
Prosperidade!

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

O mestre-sala dos mares


Em 6 de dezembro de 1969, morre João Cândido, o "Almirante Negro", que liderou a Revolta da Chibata no Rio de Janeiro, se opondo aos castigos físicos que ainda eram impostos aos marinheiros em 1910, quando a sociedade pós-abolição não admitia mais que as pessoas fossem punidas com violência. Segue abaixo a música de João Bosco e Aldir Blanc, tão lindamente eternizada por Elis Regina. Salve João Cândido!
Foto de João Cândido em jornal de 1910

Há muito tempo nas águas da Guanabara
O dragão do mar reapareceu
Na figura de um bravo feiticeiro
A quem a história não esqueceu
Conhecido como o navegante negro
Tinha a dignidade de um mestre-sala
E ao acenar pelo mar na alegria das regatas
Foi saudado no porto pelas mocinhas francesas
Jovens polacas e por batalhões de mulatas
Rubras cascatas
Jorravam das costas dos santos entre cantos e chibatas
Inundando o coração do pessoal do porão
Que, a exemplo do feiticeiro, gritava então
Glória aos piratas
Às mulatas, às sereias
Glória à farofa
à cachaça, às baleias
Glória a todas as lutas inglórias
Que através da nossa história não esquecemos jamais
Salve o navegante negro
Que tem por monumento as pedras pisadas do cais
Mas salve
Salve o navegante negro
Que tem por monumento as pedras pisadas do cais
Mas faz muito tempo...


terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Iansã ganha seus atributos de seus amantes

Em homenagem ao dia de Iansã, segue um dos contos reunidos por Reginaldo Prandi no livro Mitologia dos Orixás.



Iansã usava seus encantos e sedução para adquirir poder.
Por isso entregou-se a vários homens, deles recebendo sempre algum presente.
Com Ogum, casou-se e teve nove filhos, adquirindo o direito de usar a espada em sua defesa e dos demais.
Com Oxaguiã, adquiriu o direito de usar o escudo, para proteger-se dos inimigos.
Com Exu, adquiriu os direitos de usar o poder do fogo e da magia, para realizar os seus desejos e os dos seus protegidos.
Com Oxóssi, adquiriu o saber da caça, para suprir-se de carne e a seus filhos.
Aprimorou os ensinamentos que ganhou de Exu e usou de sua magia para transformar-se em búfalo, quando ia em defesa dos seus filhos.
Com Logum Edé, adquiriu o direito de pescar e tirar dos rios e cachoeiras os frutos d'água para a sobrevivência sua e de seus filhos.
Com Obaluaê, Iansã tentou insinuar-se, porém, em vão.
Dele nada conseguiu.
Ao final de suas conquistas e aquisições, Iansã partiu para o reino de Xangô, envolvendo-o, apaixonando-se e vivendo com ele para a vida toda.
Com Xangô, adquiriu o poder do encantamento, o posto da justiça e o domínio dos raios.


segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Djavan - Nem um dia


Um dia frio
Um bom lugar pra ler um livro
E o pensamento lá em você
Eu sem você não vivo

Um dia triste
Toda fragilidade incide
E o pensamento lá em você
E tudo me divide 
Longe da felicidade e todas as suas luzes
Te desejo como ao ar
Mais que tudo
És manhã na natureza das flores
Mesmo por toda riqueza dos sheiks árabes
Não te esquecerei um dia
Nem um dia
Espero com a força do pensamento
Recriar a luz que me trará você
E tudo nascerá mais belo
O verde faz do azul com o amarelo
O elo com todas as cores
Pra enfeitar amores gris...

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Ícones Negros: Barack Obama



Barack Hussein Obama II, filho do economista queniano Barack Obama, Sr. e da antropóloga americana Ann Dunham, (que era branca), nasceu em Honolulu, Havaí, em 4 de agosto de 1961. 
O atual presidente reeleito dos Estados Unidos da América é formado em Direito pela Universidade de Harvard. Obama quebrou diversos paradigmas, demonstrando suas capacidades para além da cor da pele e do preconceito racial que sempre foi latente em seu país. Foi o primeiro Negro a assumir a presidência da revista Harvard Law Review, a ser Senador, pelo estado do Ilinois e, finalmente, a chegar à Presidência da República.
Os pais de Barack Obama se conheceram na universidade do Havaí e se casaram em 1960 lá, onde era permitido o casamento interracial, fato que poderia até mesmo causar a morte de seu pai se tivesse acontecido em grande parte dos estados sulistas americanos.
Em 1992, casa-se com Michelle Lavaughn Robinson, com quem tem duas filhas: Malia Ann e Natasha.
Em 1996, torna-se Senador Estadual, por Illinois e em 2004, é eleito Senador da República.
Em 2008, nas prévias do Partido Democrata, protagonizou, junto com a ex-primeira-dama e postulante à candidatura à presidência Hillary Clinton, uma campanha acirrada e bastante agressiva, mas que lhe rendeu a candidatura oficial por seu partido para concorrer contra o republicano John McCain.
Obama recebeu maciça adesão de diversas celebridades americanas, como a cantora Alicia Keys e  Will.I.Am, do Black Eye Peas.
Em 4 de novembro de 2008, Barack Obama foi eleito o primeiro Negro dentre os 44 presidentes dos Estados Unidos. No ano seguinte, venceu o Prêmio Nobel da Paz por representar um novo rumo na política internacional e pelos esforços às negociações contra as armas nucleares. Contraditoriamente, o prêmio é recebido em meio à manutenção das tropas no Iraque e no Afeganistão, iniciada pelo seu antecessor, George W. Bush.
Em 6 de novembro deste ano, Barack Obama vence o republicano Mitt Romney e se reelege por mais 4 anos à frente da Casa Branca, em meio a uma grave crise econômica e elevado índice de desemprego. Apesar destes dados, a reeleição de Obama é uma demonstração  de apoio e confiança do povo estadunidense. Ele não assumiu o cargo público mais importante do mundo por ser um simplesmente um homem Negro. Se conseguiu repetir o feito, é por sua competência.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

sábado, 3 de novembro de 2012

Novembro Negro 2012

O mês de novembro costuma ser especial para as populações Negras de todo o Brasil. Várias ações, manifestações, palestras e eventos acadêmicos ocorrem por toda parte, em honra e homenagem a Zumbi, líder do Quilombo de Palmares. Uma data muito mais significativa para o povo Negro do que o 13 de maio, pois simboliza a luta, a resistência, e não a ideia de que a abolição da escravatura no Brasil teria sido uma "concessão" dos brancos, na figura da princesa Isabel.
Então, participe de algum evento em sua cidade ou em alguma cidade próxima! Reforce a luta e mantenha o sonho vivo! Nada vem de graça nessa vida, tudo o que almejamos deve ser conquistado!
Axé!
Ufanisi!

Agradecimento especial à belíssima Thaty Meneses, estudante de Teatro da Universidade Federal de Sergipe, pela cessão do cartaz.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Por que a vida é tão efêmera? Por que, às vezes, é tão breve?

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

AMNB vai denunciar a situação da mulher Negra brasileira na Organização dos Estados Americanos



A Organização dos Estados Americanos (OEA) agendou audiência temática sobre as mulheres negras brasileiras para o dia 1º de novembro, durante a próxima sessão da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), em Washington, D.C.. A audiência foi solicitada pela Articulação de Organizações de Mulheres Negras Brasileiras (AMNB) a fim de denunciar o Estado brasileiro pela ausência de políticas públicas para as mulheres negras.
De acordo com a secretária executiva da AMNB, Simone Cruz, o propósito é "levar informações à CIDH sobre os graves problemas enfrentados pelas as mulheres negras no âmbito dos direitos humanos no campo da saúde e do trabalho doméstico no Brasil".
Segundo estudo realizado pela AMNB, as mulheres negras são campeãs no exercício do trabalho doméstico sem os direitos trabalhistas garantidos e nas taxas de mortalidade por morte materna em consequência de complicações durante a gravidez, o parto e o puerpério.
O estudo também aponta que, para além dos fatores biológicos e comportamentais individuais, há a existência de outros elementos que criam condições desfavoráveis para as mulheres negras brasileiras "Há determinantes sociais da saúde marcados pela ação do racismo patriarcal que causam um impacto diferenciado sobre as mulheres negras", afirma o documento que será apresentado na OEA.
Além de Simone Cruz, acompanharão a audiência da Organização dos Estados Americanos a presidente do Geledes – Instituto da Mulher Negra, Nilza Iraci, e o diretor de Programa para a America Latina da Global Rights, Carlos Quesada.


Fonte: Correio do Brasil /Portal Geledés

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Pensando em você


Dizem que todo namoro tem uma trilha sonora né? Sem dúvida essa música tá no topo da minha lista e da de vários casais por aí...


Eu estou pensando em você.
Pensando em nunca mais
Pensar em te esquecer
Pois quando penso em você
É quando não me sinto só


Com minhas letras e canções
Com o perfume das manhãs
Com a chuva dos verões
Com o desenho das maçãs
E com você me sinto bem

Eu estou pensando em você
Pensando em nunca mais
Te esquecer
Eu estou pensando em você
Pensando em nunca mais
Te esquecer.

(Paulinho Moska, Pensando em Você)

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Feliz Dia dos/das Professor@s


Parabéns a todas as pessoas que ainda acreditam na educação, mesmo com a falta de incentivo dos poderes públicos e até da sociedade em geral, afinal, "professor ganha bem! Faz greve porque não quer trabalhar!" A tod@s que trabalham dentro e fora das escolas, que pesquisam e estudam para ensinar, apesar do desinteresse de parte da turma.
Enfim, parabéns a todas as pessoas que resolveram trilhar este caminho e que continuam inspirando outras gerações a acreditar nesse sonho de ver a educação brasileira ser valorizada. Às pessoas que sonham com o dia em que faixas como a da imagem acima não sejam mais necessárias.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Billie Holiday - Strange Fruit

Uma das mais famosas canções lindamente interpretadas por Billie Holiday. Um manifesto direto e, ao mesmo tempo, suave contra a violência por motivos raciais nos Estados Unidos durante as décadas de 1930/40. Segue a tradução abaixo:


Fruto Estranho


As árvores do Sul estão carregadas com um fruto estranho,
Sangue nas folhas e sangue na raiz,
Um corpo negro balançando na brisa sulista
Um estranho fruto pendurado nos álamos.


Uma cena pastoral no galante Sul,
Os olhos esbugalhados e a boca torcida,
Perfume de magnólia doce e fresco,
Então o repentino cheiro de carne queimada!



Aqui está o fruto para os corvos arrancarem,
Para a chuva recolher, para o vento sugar,
Para o sol apodrecer, para as árvores fazer cair,
Eis aqui uma estranha e amarga colheita.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Edson Gomes - Etiópia



Quando Mussolini invadiu a Etiópia
Aquela batalha tão brutal
Sim, o general invadiu a Etiópia
Batalha sangrenta desigual
Ah!
Ahhhh, Etiópia dos etíopes, massacrada!
Ahhhh, Etiópia dos etíopes!

Lá na escola não contaram nada
Fizeram questão de esconder
Hoje eles passam como filhos do Deus bom
A gente vai passando como filhos do mau

Ahhhhhh
Ahhhh Etiópia dos etíopes, brutalizada!
Ahhhh Etiópia dos etíopes!

Quando Mussolini invadiu a Etiópia
Foi o rolo compressor esmagador
Com seu exército poderoso
Contra inofensivos guerreiros nativos

Ah ahhhh
Ahhhh Etiópia dos etíopes, fuzilada.
Ahhhh Etiópia dos etíopes, Mussolini.

Conquistador da Etiópia (Mussolini)
Rolo compressor da Etiópia.


quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Nova classe média é formada por quase 80% de negros


Só falta agora os meios de comunicação aprenderem que nós existimos e não somos poucos. Onde estão os Negros na TV? Nas campanhas publicitárias? Nas fotos de entrada dos shoppings?




Dados do estudo Vozes da Classe Média, divulgados nesta quinta-feira, 20, pela Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República, dão conta de que aproximadamente 80% dos novos integrantes da classe média brasileira são negros.
Nos últimos dez anos, a classe média teve um crescimento de 38% e hoje abrange 53% da população, o que significa 104 milhões de brasileiros.
"Uma das característica da classe média é que os grupos que entraram eram os que estavam menos representados. Agora ela [classe média] é muito mais heterogênea do que era há dez anos. As empregadas domésticas que eram uma fração menor ampliaram a participação, os negros aumentaram. Quase 80% do aumento na classe média referem-se à população negra", disse o secretário de Assuntos Estratégicos da SAE, Ricardo Paes de Barros.
Com esse aumento, a representatividade entre negros e brancos na classe média ficou equilibrada. Um total de 53% da classe média é formada por negros e 47% por brancos. O estudo registra que esse equilíbrio, no entanto, não significa que as desigualdades raciais foram superadas, uma vez que perduram nas demais classes. Na classe alta, 69% são brancos e 31%, negros e na classe baixa 69% são negros e 31%, brancos.
O estudo identificou também relações entre o emprego e a classe média. Dos trabalhadores ocupados - formais e informais -, 57% estão na classe média. Quando se leva em conta apenas os trabalhadores formais, esse número sobre para 58%.
Fonte: Portal A Tarde

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Cotas Sim!


Não é favor. Não é esmola. Não é privilégio. É nosso direito.
As cotas vêm para tentar reparar uma dívida histórica do governo brasileiro com os mais de 300 anos de escravidão Negra, na qual, a estas pessoas, era vedado o acesso a qualquer forma de alfabetização, e não houve nenhum tipo de inserção destas na sociedade republicana após o fim deste violento sistema.
As cotas não vão resolver todos os problemas sociais e educacionais do Brasil, mas são necessárias pra corrigir a diferença absurda entre a quantidade de branc@s e de Negr@s nas Universidades Públicas, sobretudo em cursos de maior prestígio, como Medicina, Direito e Engenharia. 
Vale ressaltar que o Sistema de Cotas faz parte de um amplo conjunto de Ações Afirmativas que visam acompanhar e garantir a permanência destes estudantes nas Universidades. Também é conveniente lembrar que os optantes às vagas pelas cotas pagam o mesmo valor na taxa de inscrição e fazem rigorosamente a mesma prova que os não optantes.
Não se pode oferecer condições "iguais" a pessoas que tiveram uma trajetória completamente diferente.

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Acredite em si mesmo!



Se conhecêssemos metade da força que possuímos, muita coisa seria diferente. Aliás, sendo um pouco mais otimista, acho que isso já está começando a acontecer através de abaixo-assinados, protestos, movimentos estudantis, greves etc.
Espero que possamos ter consciência desse poder na hora de escolher os "nossos" representantes. Uso o "nossos" assim entre aspas porque dificilmente eles fazem algo que nos interesse e melhore nossa vida de verdade.
Enfim, escolham com paciência e atenção seus candidatos, mas nunca percam seu poder de reivindicar e lutar pelo que é certo.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Seu Olhar (Seu Jorge)



Temos rotas a seguir
Podemos ir daqui pro mundo
Mas quero ficar porque
Quero mergulhar mais fundo
Só de me encontrar no seu olhar
Já muda tudo
Posso respirar você
E posso te enxergar no escuro
Tem muito tempo na estrada
Muito tem
E como quem não quer nada
Você vem
Depois da onda pesada
A onda zen
É namorar na almofada
E dormir bem

Foi o seu olhar
O que me encantou
Quero um pouco mais
Desse seu amor... 

(Pra minha futura esposa.)

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Morre o ator Michael Clarke Duncan



Morreu nesta segunda-feira (3) o ator Michael Clarke Duncan, conhecido por seu trabalho em "À espera de um milagre" (1999), estrelado por Tom Hanks. A informação é da agência Associated Press.

Duncan tinha 54 anos de idade e também atuou em filmes como "Sin city - A cidade do pecado" (2005), "O Planeta dos Macacos" (2001) e "Armaggedon" (1998), além da adaptação dos quadrinhos Marvel  "Demolidor, o Homem sem Medo", onde interpretou o vilão "Rei do Crime". No dia 13 de julho, o ator sofreu uma parada cardíaca, tendo sido reanimado por sua noiva, Omarosa Manigault. Na época, o site TMZ observou que o procedimento era surpreendente, dado que Duncan pesava cerca de 150 quilos.

Desde então, ele estava internado. Ainda em julho, os médicos chegaram a registrar que seu "batimento cardíaco [estava] muito forte". Conhecido por seu porte físico avantajado - o portal IMDb dá conta de que ele tinha 1,96m -, Duncan também chegou a contracenar com Charlie Sheen como convidado especial do seriado "Two and a half man", na pele de um jogador de futebol americano.

Nesta segunda, o TMZ informou que Duncan morreu "de repente". Citando fontes não identificadas, o site escreve que Omarosa, por alguns instantes, deixou o quarto em que o ator estava internado, em Los Angles. Quando ela retornou ao local, ele já estava morto. Michael Clarke Duncan iniciou sua carreira em 1995, e em seus primeiros trabalhos costumava ser escalado para o papel de segurança ou guarda-costas; ele inclusive assinava como "Big Mike Duncan".

Curiosamente, no entanto, seu papel de maior destaque foi o de um prisioneiro sensível e de poderes sobrenaturais, em "À espera de um milagre". A atuação, que colocava em contraste o estereótipo de sua figura e fragilidade do personagem, fez com que recebesse sua única indicação ao Oscar, de melhor ator coadjuvante.

Fonte: G1

terça-feira, 21 de agosto de 2012

"O conhecimento é como um jardim: se não for cultivado, não pode ser colhido." (Provérbio Africano)

Escola em Angola durante o período colonial

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Adolescentes denunciam racismo e agressão em shopping de Salvador

Infelizmente é apenas mais um caso entre as centenas que ocorrem todos os dias em todas as partes do país. Só mais um lembrete praqueles que insistem em dizer que o racismo não existe...
 
Eles têm 15 anos e caso teria ocorrido assim que deixaram loja de roupas. Segundo contam, agressão foi feita por dois funcionários na escada rolante

shopping barra 
Dois adolescentes de 15 anos afirmam ter sofrido racismo ao experimentarem roupas em uma loja localizada no Shopping Barra, em Salvador, nesta sexta-feira (17). Eles contam que foram agredidos e acusados de roubo por dois funcionários da loja.
Segundo os jovens, os funcionários se aproximaram da escada rolante na saída da loja e revistaram a mochila de um deles na frente de outras pessoas. Não encontrando nada na bolsa, os funcionários teriam agredido os dois adolescentes, segundo denunciam.
"Reviraram, olharam, não viram nada. Aí um deles se exaltou, dirigiu-se com palavrão, me levantou pela gola da camisa", disse um dos adolescentes, que prefere ocultar a identidade.

A garçonete Mônica Santana, mãe de um dos garotos, registrou queixa no serviço de atendimento ao cliente do shopping e na Delegacia de Repressão a Crimes contra Criança e o Adolescente (Dercca). "Ele está sendo apontado como um marginal dentro do shopping, mas ele é uma pessoa que estuda, que trabalha. O outro menino está fazendo teste para ser jogador e, independente disso, eles são crianças e não precisam passar por isso", relata a mãe.

A gerência da loja informou, por telefone, que tudo aconteceu do lado de fora do estabelecimento e, por isso, não irá se pronunciar sobre o assunto. Já o Shopping Barra afirma que lamenta o ocorrido e que irá apurar o caso.

Fonte: G1

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Panis Et Circencis (Gilberto Gil/Caetano Veloso)



Eu quis cantar, minha canção iluminada de sol
Soltei os panos sobre os mastros no cais
Soltei os tigres e os leões nos quintais
Mas as pessoas na sala de jantar
Estão ocupadas em nascer e morrer

Mandei fazer de puro aço um luminoso punhal
Para matar o meu amor e matei
As 5 horas na Avenida Central
Mas as pessoas na sala de jantar
Estão ocupadas em nascer e morrer

Mandei plantar, folhas de sonho no jardim de solar
As folhas sabem procurar pelo chão
E as raizes procurar, procurar
Mas as pessoas na sala de jantar
Essas pessoas na sala de jantar
São as pessoas na sala de jantar

Mas as pessoas na sala de jantar
Estão ocupadas em nascer e morrer



sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Jamaica é Ouro, Prata e Bronze!


Bolt diz que é o maior atleta da atualidade e homenageia ídolo americano

No dia em que conquistou sua quinta medalha de ouro olímpica, o jamaicano se compara ao americano Michael Johnson, ex-recordista mundial e campeão nos 200 m em Atlanta 1996

Marcelo Laguna - enviado iG a Londres  - Atualizada às 

"Hoje eu sou o maior atleta do mundo". Assim, sem nenhum modéstia, foi a forma que o jamaicano Usain Bolt começou a conversar com os jornalistas logo após deixar a pista do Estádio Olímpico nesta quinta-feira, quando mais uma vez entrou para a história ao vencer os 200 m rasos dos Jogos de Londres . Foi a quinta medalha de ouro conquistada por Bolt em sua carreira olímpica.

Mas se deixa a modéstia de lado ao falar de seu desempenho assombroso em Londres, que o ajudou a transformá-lo, ao lado do nadador americano Michael Phelps, em um dos grandes ídolos destes Jogos Olímpicos, Bolt também sabe reverenciar o passado. "Agora posso dizer que estou no mesmo nível de Miachel Johnson. Sinto-me honrado por isso, ele é um grande ídolo para mim", disse o jamaicano. "Eu cresci vendo pela televisão  Michael Johnson vencer provas e bater recordes mundiais", disse Bolt.
Warren Weir, Usain Bolt e Yohan Blake dominaram o pódio dos 200m rasos








Para Usain Bolt, o resultado da prova desta quinta-feira apenas comprovou que ele não exagerava quando dizia, meses atrás, que viria para Londres para entrar na história. "Fiz o que precisava para vencer. Passei por uma temporada muito complicada para chegar até aqui, mas fiz o que tinha que fazer.", afirmou.
A diferença de somente 12 centésimos para o companheiro Yohan Blake (que fez 19s44 contra 19s32) no resultado da prova chegou a assustar Bolt. "Os 200 m acabaram sendo mais difícieis do que eu imaginava. A pressão dos adversários na curva foi muito grande e foi ali que precisei concentrar mais a minha atenção", disse o jamaicano, que também comemorou muito o fato de ter outros dois compatriotas completando o pódio nos 200 m. "Foi maravilhoso. A Jamaica provou ser o maior país de velocistas na atualidade", afirmou.
O novo bicampeonato olímpico do jamaicano (já havia conquistado o bi dos 100 m rasos no último domingo) foi considerado por ele como  um prêmio pela dura preparação feita até os Jogos de Londres. "Sei que meu treinador [Glenn Mills] deve estar maluco agora. Nós trabalhamos muito forte pensando justamente em ganhar as duas provas. Ele conseguiu me motivar para este triunfo", disse Bolt.
O jamaicano ainda brincou com o fato de quase ter batido o recorde olímpico dos 200 m, que pertence a ele mesmo, de 19s30, cravados há quatro anos, em Pequim. "Sentia que seria possível correr muito rápido, mas quando entrei na curva não estava rápido o suficiente. Podia machucar as costas, né?", afirmou.

Fonte: IG

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

No topo!



Sempre bom ver o povo Negro vencendo! Torço sempre pel@s atletas negr@s, independente da nacionalidade. Parabéns, Gabrielle!

Pela primeira vez uma ginasta negra se torna a melhor de uma Olimpíada


RODRIGO MATTOS
DO ENVIADO ESPECIAL A LONDRES

Londres 2012
A ginasta norte-americana Gabrielle Douglas se tornou agora há pouco a primeira negra campeã olímpica no individual geral, que determina a atleta mais completa do esporte.
Com apenas 16 anos e 1,50 m, ela quebrou uma barreira em um esporte dominado tradicionalmente por ginastas do leste europeu e por norte-americanas brancas. Antes dela, houve Dominque Dowes, primeira ginasta negra a ganhar um ouro olímpico, na disputa por equipes, em 1996.



Gabrielle liderou a competição desde o primeiro aparelho quando fez um salto sobre o cavalo cravado que lhe deu a nota 15,966. Teve o terceiro melhor desempenho nas barras assimétricas, o que a manteve na ponta. E, na trave, executou um salto com giro do corpo sem erros e também conseguiu a melhor nota.
Sem cometer erros graves no solo, ela conseguiu somar um total de 62,232. Ainda faltava a apresentação da russa Victorina Komova. Seu desempenho foi melhor do que o de Gabrielle, mas não o suficiente para superar a distância entre as duas. No total, ela somou 61,973.


Fonte: Folha de S. Paulo