segunda-feira, 29 de abril de 2013

Mãe Stella é eleita para a Academia de Letras da Bahia

Mãe Stella de Oxóssi é mais uma representante  do empoderamento Negro na sociedade brasileira.


Mãe Stella de Oxóssi, ialorixá do terreiro Ilê Axé Opó Afonjá, em São Gonçalo do Retiro, foi eleita na tarde desta quinta-feira, 25, a mais nova imortal da Academia de Letras da Bahia. Vai ocupar a cadeira 33 (Poltrona Castro Alves) que era do professor e historiador Ubiratan Castro, falecido em janeiro de 2013.
Stella de Azevedo dos Santos tem 87 anos e é graduada em Farmácia pela Escola Bahiana de Medicina. É a primeira vez que uma mãe-de-santo vai ocupar uma cadeira da entidade máxima da literatura baiana. Mãe Stella é autora de seis livros, como "E daí aconteceu o encanto", "Meu tempo é agora" e "Opiniões".
Integrantes do movimento afro e intelectuais acreditam que a eleição da ialorixá foi benéfica a academia, pelo trabalho que ela realiza junto à comunidade e sua importância para a literatura baiana.


"É um reconhecimento da importância da nossa matriz. Mãe Stella é uma líder comunitária e tem conhecimento para honrar a posição que agora vai ocupar", comentou Myriam Fraga, poetisa e diretora da Fundação Jorge Amado.

Mãe Stella é articulista do jornal A TARDE e escreve quinzenalmente na página de Opinião. Também é atuante no blog Mundo Afro. Em 2009 recebeu o título de Doutora Honoris Causa da Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

Fonte: Portal A Tarde

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Se acontecer - Djavan



As estrelas brilham sem saber,
Mas cada vez melhor
Pois foi só você aparecer
Todas desceram pra ver
Você brilhar de cor.

O que mais chamou minha atenção?
Sua expressão sutil
Isso eu já não posso esquecer
Porque não foi só visão,
O coração sentiu.

A tenda da noite enche de sombra
Um sonhar vazio
Percorri tantas fontes até ver você
Sair do nada pros meus horizontes
Que a manhã pura e sã
Com as mãos de jasmim vá roçar seu rosto
Pro amor ardente despertar por mim
Deus é pai, vai saber
Se acontecer, serei seu até o fim!

Em tempo de chuva, que chova:
Eu não largo da sua mão!
Nem que caia um raio
Eu saio sem você na imaginação.

Lições de Milton Santos


quinta-feira, 11 de abril de 2013

A Mão da Limpeza - Gilberto Gil



O branco inventou que o negro
Quando não suja na entrada
Vai sujar na saída, ê
Imagina só
Vai sujar na saída, ê
Imagina só
Que mentira danada, ê

Na verdade a mão escrava
Passava a vida limpando
O que o branco sujava, ê
Imagina só
O que o branco sujava, ê
Imagina só
O que o negro penava, ê

Mesmo depois de abolida a escravidão
Negra é a mão 
De quem faz a limpeza
Lavando a roupa encardida, esfregando o chão
Negra é a mão
É a mão da pureza

Negra é a vida consumida ao pé do fogão
Negra é a mão 
Nos preparando a mesa
Limpando as manchas do mundo com água e sabão
Negra é a mão 
De imaculada nobreza

Na verdade a mão escrava
Passava a vida limpando
O que o branco sujava, ê
Imagina só
O que o branco sujava, ê
Imagina só
Eta branco sujão


quinta-feira, 4 de abril de 2013

Cada um na sua...



Ninguém deveria se posicionar "a favor" ou "contra" nada que não lhe interesse ou influencie diretamente, em relação às escolhas que as pessoas fazem.
O que eu ganho em saber com quem os outros namoram/casam? 
O que vai mudar na minha vida saber em que religião os outros acreditam (ou duvidam)? 
Pra que eu quero saber pra que time você torce? Em quem você vota?
A vida seria muito mais fácil
e existiriam menos guerras se cada um cuidasse da sua própria vida.

"Cada qual com seu James Brown
Salve o samba, hip-hop, reggae ou carnaval.
Cada qual com seu Jorge Ben
Salve o jazz, baião e os toques da macumba também!" (O Rappa)

quarta-feira, 3 de abril de 2013



"Mas o Amor pode chegar...
Iluminar...
E colorir..."



Obrigado a tod@s pelas mais de 100.000 visualizações!